Notícias

Nota de repúdio à redução da quantidade de profissionais por paciente em hemodiálise

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), entidade que há mais de 30 anos defende o profissional enfermeiro em todas as vertentes da sociedade, vem nesta nota repudiar a redução da quantidade de profissionais por paciente em hemodiálise, que por meio da Portaria 1.675/2018, do Ministério da Saúde, altera os critérios de […]

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), entidade que há mais de 30 anos defende o profissional enfermeiro em todas as vertentes da sociedade, vem nesta nota repudiar a redução da quantidade de profissionais por paciente em hemodiálise, que por meio da Portaria 1.675/2018, do Ministério da Saúde, altera os critérios de organização, funcionamento e financiamento do cuidado da pessoa com Doença Renal Crônica, quando esta é tratada pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre as várias mudanças que a portaria impõe, está a diminuição do número de enfermeiros por turno de hemodiálise, sendo que o dimensionamento era de 01 (um) enfermeiro a cada 30 pacientes (o que já é pouco), que agora, com a norma atualizada, passa a ser 01 (um) para cada 50 pacientes. Essa alteração afeta ainda mais a qualidade da assistência prestada a estes pacientes, sobrecarrega os trabalhadores e aumenta o risco de erros  técnicos por conta de sobrecarga de trabalho, sem contar que estimula a prática de assédio moral.

Após congelar o investimento em saúde por 20 anos, piorando o atendimento à população e abarrotando ainda mais as unidades de saúde, o Governo Federal dá mais um passo para o desmonte do SUS,  deixando os usuários à mercê de condições mínimas para atendimentos dignos.

O SEESP enfatiza sua luta em defesa do SUS, tanto para os profissionais quanto para a população carente que depende do atendimento que um dia foi referência internacional. Não vamos deixar que esse desmonte siga em frente. Por isso, pedimos sua ajuda nesse ano em que renovamos o quadro de representantes de nossa sociedade por meio de eleições, cobrando e exigindo que presidente, governador, deputados estaduais e federais nos representem como devemos ser representados. Façamos nossa parte, porque juntos somos mais fortes.

Mande e-mail aos Deputados Federais, Senadores, Ministério da Saúde e Presidência pedindo a modificação desta portaria imediatamente:

Clique aqui e mande um e-mail para o presidente.

Clique aqui e mande um e-mail para o governador de São Paulo.

Clique aqui e mande um e-mail para os deputados federais.

Clique aqui e veja a lista de e-mails dos deputados estaduais.

Clique aqui e veja a lista de e-mails do Ministério da Saúde.