noticias

Seminário na CUT compara as Reformas Trabalhistas no Brasil e na Alemanha

Nesta terça-feira (07) a Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizou na sua sede, em São Paulo, o Seminário “Reforma Trabalhista na Alemanha e no Brasil: impactos e desafios”, com a presença do Dr. Carlos Eduardo Oliveira Dias e o Dr. Wolfgang Däugler, alemão que veio apresentar a experiência da Reforma Trabalhista em seu país. A […]

Nesta terça-feira (07) a Central Única dos Trabalhadores (CUT) realizou na sua sede, em São Paulo, o Seminário “Reforma Trabalhista na Alemanha e no Brasil: impactos e desafios”, com a presença do Dr. Carlos Eduardo Oliveira Dias e o Dr. Wolfgang Däugler, alemão que veio apresentar a experiência da Reforma Trabalhista em seu país. A diretora do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), Ana Firmino, estava presente, representando a Entidade.

No início do ano 2000 a Alemanha também passou por reformas trabalhistas e sociais, que abriu espaço para flexibilização das condições de trabalho (trabalho parcial, “autônomo”, terceirizado etc). Porém, nos últimos anos, graças a pressão de sindicatos e centrais sindicais, foi possível implantar algumas melhorias sociopolíticas, como a introdução do salário mínimo, entre outros pontos.

A intenção desse seminário é comparar criticamente a realidade e o contexto das reformas nos dois países com vistas a produzir insumos para estabelecer um contraponto à contrarreforma em curso no Brasil e fortalecer a ação sindical na defesa dos direitos sociais e trabalhistas.

“A palestra apresenta o que foi feito na Alemanha e o que essa experiência pode contribuir para os sindicatos e trabalhadores brasileiros nesse momento”, disse a diretora Ana Firmino. “Isso vai nos ajudar muito para criarmos diálogos entre os trabalhadores e assim conseguir vitórias para todas as categorias.”