Audiência no Ministério Público tenta regularizar atraso no 13º salário dos enfermeiros de Jundiaí

 Audiência no Ministério Público tenta regularizar atraso no 13º salário dos enfermeiros de Jundiaí

Solange Caetano, presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) e Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), participou de audiência no Ministério Público do Trabalho de Campinas nesta tarde (16) para tratar a falta de pagamento do 13º salário dos enfermeiros do Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí.

A audiência, presidida pelo procuradora doutora Ivana, também contou com a presença de representantes do Sindicato dos Fisioterapeutas e dos Terapeutas Ocupacionais no Estado de São Paulo (Sinfito-SP) e do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo (SINESP).

“De acordo com o representante do hospital a prefeitura não fez o repasse previsto e isso inviabilizou o pagamento, além do fato da instituição estar passando por dificuldades financeiras”, comentou Solange. “Eles inclusive instauraram uma comissão de gerenciamento de crise”.

O SEESP cobrou o pagamento da diferença que ainda está pendente e das férias, pois os trabalhadores estão saindo sem receber. E a planilha com a quantidade de dias de atraso nos salários e 13º, pois deve ser pago a multa vigente na CCT.

“Estaremos em nova audiência no dia 23 de janeiro agora com a presença da prefeitura. Não será admitido esse jogo de empurra-empurra enquanto os profissionais seguem sendo lesados e sem receber o valor que é de direito”, finalizou Solange.

Imprensa