Denúncias contra profissionais de enfermagem aumentam 220%

O aumento de cursos, tanto técnicos quanto de graduação, de enfermagem nos últimos anos tem ocasionado um volume desenfreado de profissionais para atuação na área sem que haja um rigor na qualificação e na fiscalização, o que, levando em conta a má formação e as condições de trabalho precárias, gera um aumento na probabilidade de erros no atendimento. Exemplo disso são os últimos casos apresentados que acarretaram em morte de pacientes em diversos hospitais do país.

Foram mais de 800 denúncias contra trabalhadores de saúde – técnicos, auxiliares de enfermagem e enfermeiros -, um aumento de 220% em relação a 2010. “É preciso maior rigor nas contratações e permitir que todos os profissionais tenham condições favoráveis para que erros não aconteçam. Lidar com a saúde exige conhecimento, qualificação e amor pelo que faz”, reforça Elaine Leoni.

Equipe SEESP

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.