Diretora do SEESP participa de celebração no Dia Internacional da Mulher

 Diretora do SEESP participa de celebração no Dia Internacional da Mulher

No Dia Internacional da Mulher, em 8 de março, Ivonildes Ferreira, Diretora do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP), juntou-se a outras sindicalistas de diferentes áreas em uma concentração realizada pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) na Avenida Paulista para celebrar e fortalecer as lutas.

Com o tema: “Mulheres por democracia, autonomia econômica e emprego decente” elas marcharam nas ruas exigindo o progresso de políticas públicas que assegurem o respeito e os direitos, buscando a implementação de mudanças significativas, colocando a igualdade de gênero no centro das ações governamentais. 

A luta pelo alcance da igualdade de oportunidades é uma das principais bandeiras defendidas pelo SEESP. Nesta data, o presidente Lula se comprometeu com a pauta feminina, apresentando um projeto de lei ao Congresso que visa garantir a igualdade salarial entre homens e mulheres que desempenham as mesmas funções.

Segundo a Diretora do SEESP: “A relevância desse encontro anual está em incentivar as mulheres a se manifestarem e exigirem seus direitos. A cada ano, conquistas importantes são alcançadas tanto em âmbito nacional quanto internacional, o que faz deste dia um símbolo de resistência em prol do bem-estar feminino”. 

A desigualdade de gênero decorre da injustiça social, mas pode ser enfrentada por meio de diversas estratégias, tais como a educação, que deve oferecer igualdade de oportunidades de aprendizado e estimular meninas e mulheres a seguirem carreiras em áreas tradicionalmente dominadas por homens; a implementação de leis que as protejam contra a violência doméstica e a discriminação no ambiente de trabalho; o empoderamento econômico; e a conscientização da sociedade. Essas metodologias são eficazes para transformar a população e combater as injustiças. 

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo exerce um papel fundamental na defesa dos direitos da categoria, que é composta em sua maioria por mulheres, representando cerca de 85% dos profissionais que dedicam-se incansavelmente para promover mudanças sociais.  Venha fazer parte dessa luta conosco!

Juntas, podemos alcançar a igualdade que merecemos! Filie-se.

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.