Grande vitória da Enfermagem. Piso Salarial é Lei!

 Grande vitória da Enfermagem. Piso Salarial é Lei!

Hoje, 4 de agosto de 2022 é um dia histórico para a Enfermagem! Foi sancionado o PL 2564/20, que determina o pagamento do Piso Salarial Nacional para Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos de Enfermagem. “Dezenas de anos estivemos na luta para garantir essa conquista para a categoria. Vários projetos foram engavetados antes que o PL 2564/20 fosse aprovado por unanimidade no Senado e com poucos votos contrários na Câmara”, afirma Solange Caetano, secretária geral do Sindicato do Enfermeiros do Estado de São Paulo e que esteve, durante anos, à frente da luta no Congresso Nacional, seja representando a Federação Nacional dos Enfermeiros ou o Fórum Nacional da Enfermagem.

Elaine Leoni, presidente do SEESP, diz que “a sanção é uma grande vitória para nós Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos de Enfermagem. Entendemos que é uma vitória mesmo que nos grandes centros esse valor já possa ser praticado em algumas unidades de saúde. Mas, na maior parte do Brasil, o salário dos profissionais da enfermagem é bem menor e agora terá o reajuste, valorizando os profissionais que colocam a vida dos pacientes em primeiro lugar, até mesmo antes das suas”.

 “O piso é também para quem já cumpre jornada de 30, 36 horas ou 40 horas. Não se pode mudar a jornada nem pagar menos que o piso”, explica a presidente.

Elaine chama atenção para que acionem o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo todos aqueles que tiverem dúvidas sobre o piso ou sobre a jornada de trabalho.

Já Solange Caetano lembra que é preciso ficar atento para que governadores e prefeitos, bem como as empresas privadas da saúde, atualizem os salários para, no mínimo, o piso salarial. Ela reforça que o piso está desvinculado da jornada de trabalho, serve para todas as jornadas que estão sendo praticados no momento em que passa a valer. 

Solange diz que, a partir de agora, além de fiscalizar a aplicação do piso, as entidades da categoria devem retomar a luta pelas 30 horas semanais. 

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *