Instituto Corpore não comparece a mesa redonda e SEESP pede fiscalização

 Instituto Corpore não comparece a mesa redonda e SEESP pede fiscalização

A diretora do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) e coordenadora da CUT Baixada Santista, Anuska Schneider, juntamente com a advogada, Dra. Camila Kitamura, e a colaboradora Rita Rodrigues, participaram nesta quinta-feira (02) de mesa redonda na Delegacia Regional do Trabalho em Santos (DRT – Santos) para tratar de ações de garantia dos direitos dos trabalhadores Enfermeiros(as) do Instituto Corpore, que administra as Unidades de Estratégia Saúde da Família, e vem apresentando irregularidades nos últimos meses. Também presentes estavam os enfermeiros Sol e Jeandro, representando os profissionais que trabalham na empresa.

Apesar de notificado, o Instituto Corpore não compareceu a reunião, tampouco justificou a ausência, o que para entendimento do mediador Wagner Santos Pinto, a empresa recusa-se a negociar os problemas enfrentados pelos enfermeiros e demais funcionários, como atraso salarial, benefícios e recolhimento do INSS e FGTS. Por isso, o SEESP solicitou fiscalização e aguarda decisão.

A tarde, a Enfermeira e Diretora da Atenção Básica do Município do Guarujá,  Dra. Angela, recebeu a diretora Anuska Schneider, que entregou a ela o pedido de reunião com o prefeito Valter Suman, protocolado na semana passada,  solicitando as seguintes informações do Instituto Corpore: relação nominal dos funcionários, documento que comprovam o recolhimento do INSS e FGTS dos enfermeiros, comprovante de pagamentos salariais dos últimos cinco anos, entre outras solicitações.

“Por enquanto vamos aguardar as reuniões, mas não iremos ficar calados. A luta pelos direitos dos enfermeiros que laboram pelo Instituto Corpore continua, e faremos com sejam respeitados”, afirmou diretora Anuska Schneider.