Saúde para todos: 35 anos do Sistema Único de Saúde (SUS)

 Saúde para todos: 35 anos do Sistema Único de Saúde (SUS)

No mês de outubro, o Brasil celebra um marco importante em sua história: os 35 anos da promulgação da Constituição Federal de 1988, um documento que estabeleceu as bases do Estado democrático de Direito e assegurou os direitos individuais dos cidadãos. Além disso, essa constituição também deu origem a uma das políticas públicas mais notáveis do país, o Sistema Único de Saúde (SUS).

O sistema tem como objetivo garantir o acesso universal, igualitário e gratuito à saúde, proporcionando atendimento médico e hospitalar de qualidade a todos os cidadãos. Desde sua criação, o SUS desempenhou um papel fundamental na redução das desigualdades em saúde no Brasil, proporcionando atendimento a milhões de pessoas em todo o país.

Para que todos tenham assistência garantida, o SUS se baseia em três princípios. A universalização: em que a saúde é um direito de cidadania de todas as pessoas e dever do Estado. Depois, a equidade. O objetivo desse princípio é diminuir desigualdades e garantir que todos tenham acesso aos mesmos serviços. Em terceiro, vem a integralidade, princípio que considera as pessoas como um todo, atendendo a todas as suas necessidades.

As/os Enfermeiras/os desempenham papel crucial no funcionamento do SUS, sobretudo nas unidades de atenção primária à saúde, onde são oferecidos serviços fundamentais à população. De maneira multifacetada, realizam a administração de medicamentos, a realização de exames básicos e a prestação de orientações sobre prevenção de doenças.

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) ressalta que o SUS é uma das maiores conquistas da democracia brasileira, e devemos lutar para fortalecê-lo e aprimorá-lo continuamente.

Filie-se ao SEESP!

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.