SEESP assina Convenção Coletiva com SINAMGE

 SEESP assina Convenção Coletiva com SINAMGE

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo assinou a Convenção Coletiva com o Sindicato Nacional das Empresas de Medicina de Grupo (SINAMGE), válida para o período 2023/2024.

Reajuste salarial – Será concedido aos Enfermeiros, integrantes da categoria profissional representadapelo Sindicato Suscitante, um reajuste salarial de 4,06% (quatro inteiros e seiscentésimos por cento) a incidir sobre os salários de fevereiro de 2023, reajustados naforma da Convenção anterior, a serem pagos da seguinte forma:

  • 3,00% a partir de setembro de 2023, a incidir sobre os salários de fevereiro de2023, reajustados na forma da Convenção anterior, com aplicação retroativa a setembro de 2023;
  • 4,06% a partir de fevereiro de 2024, a incidir sobre os salários de fevereiro de 2023, reajustados na forma da Convenção anterior, sem aplicação retroativa e sem sobreposição de percentuais.

Piso salarial – As empresas de medicina de grupo, integrantes da categoria do Sindicato Nacional das Empresas de Medicina de Grupo SINAMGE respeitarão, para os seus Enfermeiros, integrantes da categoria profissional representada pelo Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo, a partir de 1º de setembro de 2023, o piso salarial de R$ 4.173,3 e, a partir de 1º de fevereiro de 2024, o piso salarial de R$ 4.216,26.

Sobre o piso acima estabelecido, não haverá incidência do reajuste previsto na cláusula primeira. As empresas que não observaram o piso salarial deverão pagar as diferenças na próxima folha de pagamento.

Contribuição Social Educacional – As empresas recolherão às suas expensas, diretamente para a entidade sindical profissional, a título de participação nas negociações coletivas, uma contribuição no valor de R$ 100,00 (cem reais), por Enfermeiro, até o dia 25 de março de 2024. Não haverá cobrança dos profissionais enfermeiros.

Data Base – Fica estabelecida a data base de 1o de setembro. As cláusulas e condições da presente Convenção Coletiva de Trabalho, vigorarão de 1a de setembro de 2023 a 31 de agosto de 2024.

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.