SEESP busca solução para as demandas dos enfermeiros da Santa Casa Ubatuba

 SEESP busca solução para as demandas dos enfermeiros da Santa Casa Ubatuba

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo participou no dia 13/4, de uma reunião com o Enfermeiro Luiz Fernando, superintendente da Santa Casa de Ubatuba na tentativa de resolver os problemas identificados pelo Sindicato e que são motivo de um pedido de mediação urgente no Ministério Público do Trabalho. A representação é contra a Santa Casa de Misericórdia Senhor dos Passos Ubatuba e a Prefeitura Municipal de Ubatuba.

Foi discutida a falta de materiais e insumos; o reajuste salarial, previsto na convenção coletiva de trabalho e que não aconteceu; e os depósitos de FGTS que não estão sendo feitos.

O Sindicato está buscando a solução administrativa, tentando iniciar uma negociação mas ouviu como resposta que a Santa Casa passa por dificuldades financeiras. Sobre o FGTS, Luiz Fernando afirmou que foi discutida a possibilidade de um parcelamento junto à Caixa Econômica Federal, porém que não avançou. Sobre relação a falta de materiais e insumos, afirmou que a Santa Casa não deixou faltar e, caso tenha ocorrido, foi de maneira muito pontual. Segundo o representante da Santa Casa Ubatuba, já foi providenciada uma sala de descompressão (local de descanso) e os uniformes estão sendo fornecidos gratuitamente.

A presidente do SEESP, Elaine Leoni, reforçou a importância e obrigatoriedade do cumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho e a ilegalidade do não pagamento do reajuste salarial aos Enfermeiros nos últimos cinco anos.

A secretária geral, Solange Caetano, informou que o SEESP fez a denúncia ao MPT, tentando dialogar também com o Município, objetivando soluções sem judicializar a demanda. Solange propôs o agendamento de uma reunião com todos os profissionais Enfermeiros, para informar os encaminhamentos a fim de resolver as irregularidades. O superintendente comprometeu-se a viabilizar a reunião do Sindicato com os profissionais.

Sindicato dos Enfermeiros

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *