SEESP defende direitos de Enfermeiros do Hospital Espírita de Marília

 SEESP defende direitos de Enfermeiros do Hospital Espírita de Marília

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) está empenhado em garantir os direitos dos profissionais enfermeiros que atuaram na linha de frente do combate à COVID-19. Em uma perícia no Hospital Espírita de Marília, o SEESP busca reparação referente à insalubridade enfrentada pela categoria.

A perícia foi conduzida pelo Vice-Presidente do SEESP, Péricles Batista, e pela assistente técnica, engenheira de segurança Ellen Almeida. A iniciativa visa obter o grau máximo de reconhecimento dessa insalubridade perante a justiça do trabalho.

Péricles Batista ressalta a importância das ações empreendidas pelo SEESP: “Buscamos junto à Justiça do Trabalho reparar as perdas de direitos dos profissionais enfermeiros que se dedicam à nobre missão de oferecer cuidados de excelência embasados em conhecimentos científicos. O SEESP tem recebido informações de casos em que instituições, embora cientes de suas responsabilidades como empregador, têm descumprido as legislações. Continuaremos a persistir na luta por uma valorização e reconhecimento para a Enfermagem.” Destaca Batista.

A vistoria realizada no Hospital Espírita de Marília é apenas uma das muitas ações realizadas pelo SEESP com o objetivo de assegurar melhores condições de trabalho e valorização da Enfermagem. Aguardamos o parecer do perito judicial após a conclusão da perícia realizada nas instalações da instituição. Juntos, somos mais fortes!

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.