SEESP participa da 17º Parada do Orgulho LGBT

parada2
A chuva até tentou atrapalhar, mas mesmo com os imprevistos do tempo a 17º Parada do Orgulho LGBT de São Paulo reuniu, na Avenida Paulista, milhares de homossexuais, famílias, homens e mulheres simpatizantes de todas as idades.
Sob o tema “Para o Armário, Nunca Mais – União e Conscientização na Luta Contra a Homofobia” o evento contou com a participação de 17 trios elétricos. O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) esteve presente mais uma vez mostrando que entidades sindicais também devem lutar não só pelos direitos trabalhistas.
“Nossa categoria é formada, em maioria, por mulheres, é uma profissão tradicionalmente feminina. Os homens enfermeiros, por exemplo, sofrem preconceitos por essa escolha, são rotulados como gays. E é nosso papel mostrar para a sociedade que, além de trabalhadores, todos são seres humanos e merecem respeito como tais, independentemente de sua profissão e da sua orientação sexual”, lembra Elaine Leoni, presidente do SEESP.
Animado pelo som eletrônico do DJ KK, o trio do SEESP também contou com a apresentação da drag queen Abigail Costa e outros integrantes que fizeram questão de participar da manifestação junto com a Entidade.
O enfermeiro Claudio Rodrigo Garcia, ou simplesmente Ana Claudia Matarazzo, como é chamada quando se transforma, veio de Ribeirão Preto para prestigiar o evento: “Acho importante a sociedade enxergar que somos seres humanos com direitos e deveres como tais. A participação do SEESP reforça isso”, citou.
O casal Carlindo Soares e Patrícia Canada, pais do pequeno Cristian, participam do ato há mais de 10 anos: “Esse é o primeiro ano do Cristian fora da barriga”, lembra Patrícia, “nós gostamos da festa e sempre participamos com o objetivo de apoiar a causa”, encerrou.
O trio do SEESP também foi cenário para gravação de cenas do documentário “Do lado de fora”, sob direção de Alexandre Carvalho, previsto para ser lançado em 2014. O filme contará a história de um jovem que descobre a homossexualidade e como deve lidar com isso.
 
Parada1

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *