SEESP participa de audiência para cobrar multa por atraso da Santa Casa de Palmital

 SEESP participa de audiência para cobrar multa por atraso da Santa Casa de Palmital

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) esteve na tarde desta quinta-feira (02) no Fórum Trabalhista de Assis participando de audiência em ação proposta pelo próprio Sindicato contra a Santa Casa de Misericórdia de Palmital, cobrando 13º Salário de 2016, mais multa por dia por atraso. O diretor Péricles Batista e o advogado Wender Soares estavam presentes, representando o SEESP.

Na audiência, os representantes da Santa Casa trouxe documentos alegando quitação do décimo terceiro, porém, não foi feita nenhuma proposta pelo pagamento das multas por dias de atraso. O SEESP aguarda o andamento do processo, que será a sentença da juíza e continuará cobrando a multa que é de direito dos Enfermeiros.

“O SEESP não aceita que nenhum direito dos Enfermeiros seja usurpado  e a Santa Casa de Misericórdia de Palmital  cumpra o que determina a Convenção Coletiva de Trabalho, sem nenhum direito a menos “, concluiu o diretor Péricles Batista.