SEESP participa de reuniões da ISP

 SEESP participa de reuniões da ISP

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo participou, na manhã de 14 de julho, de duas reuniões de comitês da Internacional dos Serviços Público (ISP). A presidente do SEESP, Elaine Leoni, coordenou a reunião do Comitê LGBTQIA +, e o diretor do SEESP, Péricles Batista, esteve presente na reunião do Comitê Racial.

No Comitê LGBTQIA+ estiveram presentes diversas entidades sindicais, entre ela Fetam e Confetam. A coordenadora Elaine Leoni fez balanço da situação a que estão submetidos aqueles que tem orientação sexual homoafetiva, relacionada ao aumento da violência laboral e doméstica. Falou também sobre a necessidade dos sindicatos se envolverem nesta luta e de rearticular o comitê LGBTQIA da ISP Brasil. Ficou definido uma nova reunião para o dia 30 de julho, às 14 horas, que deverá para traçar um calendário de atividades nacional.

Já na reunião do comitê racial, estiveram presentes, entre outros, Jocélio Drumond, secretário regional ISP América Latina região das Américas; e Jucelia Vargas, coordenadora do coletivo racial. A pauta debateu sobre o fortalecimento inclusivo nos sindicatos, sobre a necessidade de trazer mais trabalhadores da base para as entidades sindicais, formar esses trabalhadores e organizá-los para o combate ao racismo, das etnias e povos originários; e sobre a importância do empoderamento dos líderes sindical no enfrentamento à essas questões.

Um dos aspectos mais importantes é a necessidade da luta antirracial  ser assumida pelo movimento sindical. Os constantes ataques promovidos pelo presidente da Fundação Palmares visando promover um verdadeiro desmonte do movimento negro foi outro ponto abordado. Os integrantes do Coletivo reforçaram que esse cidadão não representa os negros e negras brasileiros.

Outros temas foram a emenda 95 sobre trabalho escravo e fiscalização nos locais de trabalho e a PEC 32, que retira direitos.

Foi proposto ainda um curso de capacitação que o Coletivo de Raça da ISP irá promover para a formação de lideranças. Os sindicatos devem indicar diretores que não conhecem o Coletivo, como forma de promover maior engajamento.

O próximo encontro será em setembro e debaterá a importância do sindicalismo plural.

Sindicato dos Enfermeiros

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *