SEESP realiza visita à Câmara dos Deputados em manifesto contra a Reforma da Previdência

 SEESP realiza visita à Câmara dos Deputados em manifesto contra a Reforma da Previdência

A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) e da Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), Solange Caetano, acompanhada dos diretores e colaboradores, estão em Brasília realizando visita aos gabinetes dos deputados federais. A diretora do SEESP e da Confederação Nacional dos Profissionais Liberais (CNPL), Elaine Leoni, esteve presente na ação conjunta das entidades.

As visitas foram realizadas em especial do Estado de SP, para expor o posicionamento contrário da Entidade em relação a PEC 287 e, principalmente, a importância da manutenção da aposentadoria especial para a categoria.

 “Temos cerca de 30% de trabalhadores em período de pré-aposentadoria e a reforma da previdência vai prejudicar não só toda a população, como em específico esses profissionais que conseguem se aposentar com 25 anos de contribuição por atuarem em locais insalubres e periculosos”, comentou.

Em visita a deputada Carmen Zanotto, Solange e Elaine articularam a inclusão de uma emenda ao texto da PEC 287 que mantenha a aposentadoria especial aos profissionais de Enfermagem. Também foi discutida a importância de retomar o debate da regulamentação da jornada de trabalho em 30 horas semanais. “Ficou firmado o compromisso de uma agenda com o ministro da Saúde para conversarmos sobre esse assunto e o andamento do grupo de trabalho que analisa essa carga horária”, disse Solange.

Aproveitando a oportunidade, Solange também pontuou a situação do projeto de lei que trata sobre o piso salarial nacional, já que Carmen Zanotto é relatora da matéria. Uma reunião será marcada para tratar especificamente deste ponto.

O líder do PT, deputado Carlos Zaratini, foi visitado pelos representantes do SEESP que pediram a colaboração no PLS 349/2016 sobre a aposentadoria especial.

Comissão Especial da Reforma da Previdência: aconteceu no período da tarde um seminário internacional que debateu a experiência da previdência social em outros países com diversos convidados, entre eles canadenses, representantes do Banco Mundial.

A Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE) foi a única entidade da sociedade civil que esteve presente. “Fizemos uso da palavra cobrando dos parlamentares mais uma vez a necessidade de manter a aposentadoria em 25 anos de contribuição aos profissionais de Enfermagem. Na nossa opinião é muito melhor diminuir o número de isenções fiscais e aumentar a tributação de grandes fortunas ao invés de prejudicar milhões de trabalhadores com essa reforma”, finalizou Solange.

Imprensa