SEESP se reúne com Secretaria de Saúde para discutir a situação dos Enfermeiros do Hospital Brasilândia

 SEESP se reúne com Secretaria de Saúde para discutir a situação dos Enfermeiros do Hospital Brasilândia

Ontem,16/10, o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) realizou uma reunião com a Secretaria de Saúde de São Paulo para abordar questões relacionadas aos Enfermeiros/as que trabalham no Hospital Municipal da Brasilândia, atualmente sob a gestão da Associação Saúde em Movimento (ASM).

Diante da indagação sobre o encerramento do contrato, a secretaria comunicou que um processo de transição já está em curso. A partir de 25/10/2023, uma nova Organização Social (O.S.) assumirá a gestão do Hospital por meio da transferência dos contratos de trabalho. Durante essa transição, todos os direitos dos profissionais serão assegurados.

A Secretaria de Saúde informou que os salários dos/as Enfermeiros/as que estão em atraso desde o 5º dia útil de outubro de 2023 serão creditados até o encerramento do dia. Caso, por qualquer motivo, o pagamento não seja efetuado, é fundamental que os profissionais da categoria utilizem os seguintes meios de comunicação: envie um e-mail para juridico@seesp.com.br ou presidencia@seesp.com.br, ou ligue para os números de telefone (11) 2858 – 9500 ou (11) 9 8909 – 4104.

O SEESP fez indagações a respeito do pagamento da multa devida devido ao atraso nos salários, um direito de todos os profissionais. A secretaria se comprometeu a conduzir uma análise para avaliar a viabilidade de efetuar esses pagamentos sem recorrer ao processo judicial.

Além disso, o SEESP informa que estará monitorando de perto o processo de transição, a fim de realizar uma reunião subsequente para discutir o cumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho (CTT) e garantir a preservação dos direitos dos trabalhadores.

Filie-se ao SEESP!

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.