SEESP x SINDHOSFIL (SP) terminaram as negociação para fechamento da CCT 2023/2024.

 SEESP x SINDHOSFIL (SP) terminaram as negociação para fechamento da CCT 2023/2024.

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo (SEESP) acabou de fechar a Convenção Coletiva de Trabalho com o Sindicato das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo (SINDHOSFIL).

A Convenção tem validade até o próximo ano, quando das tratativas de negociação se encerrarem para continuidade do ciclo. Tivemos várias conquistas para 2024, e ampliação de direitos e benefícios que não estavam contemplados anteriormente. Só foi possível estes avanços, porque o SEESP se reafirmou como entidade representativa e combativa, para poder negociar com as instituições de saúde e os Sindicatos Patronais que representam o Empregador.

Na CCT têm direitos que não estão previstos na CLT e em nenhuma outra lei, esses direitos são para todas as enfermeiras e enfermeiros do Estado de São Paulo.

Então cabe perguntar: os profissionais tem conhecimento de como se mantém a estrutura sindical para continuar a proteger a categoria das injustiças do mercado de trabalho? Os trabalhadores sabem como se dá uma negociação com os sindicatos patronais ou acordos por local de trabalho? Sabem porque se faz necessário e fundamental estar presente, atuante e contribuinte com o sindicato da sua categoria? Quais setores o sindicato tem que manter atuante e com recursos humanos para atender as demandas dos trabalhadores?

Quais serviços e parcerias são mantidos e oferecidos para resolver os problemas e também ajudar com o lado educacional , social de lazer e de saúde da enfermeiras é enfermeiros do Estado de São Paulo?

Estamos fazendo estas perguntas, porque existem alguns questionamentos sobre o que é justo contribuir para a manutenção do Sindicato. Alguns usam o direito de apresentar uma carta de oposição e não pagar a contribuição assistencial em favor do Sindicato, valor que ajuda nas tratativas das negociações e manutenção dos profissionais envolvidos , bem como os trâmites até que se firme, assine e registre no ministério do trabalho emprego, assim ter validade legal por força de lei.   

No entanto, queremos levantar algumas questões e pedir que você, enfermeira e enfermeiro, que é beneficiado pelas cláusulas da Convenção Coletiva negociada pelo SEESP e o sindicato patronal, refletindo da importância de contribuir para a existência do seu sindicato, tornando ele mais forte , para expandir e assim atendimento e proteção para mais trabalhadores e estando em mais locais. Também com isso garantir que se cumpra os direitos, ano após ano. Direitos que às vezes você recebe e acha que existiria de qualquer forma, com ou sem sindicato. Mas não é verdade, eles só existem, porque tem um sindicato atuante, que defende os interesses da categoria tanto nas questões econômicas como sociais, porque tem diretores que ficam muitas horas por dia mobilizados negociando, lutando e encaminhando para justiça quando a lei não é cumprida, quando os salários atrasam ou quando outros direitos não são respeitados.

A CCT assinada com o SINDHOSFIL SP, têm muitas vantagens e avanços que não existiriam se não tivesse uma Convenção Coletiva, ditando regras ao mercado de trabalho das instituições de saúde que são sócios desse sindicato de patronal. Por exemplo:

– Conquistamos com muito esforço e diálogo o pagamento do Piso Salarial desvinculado da carga horária. O patronal queria vincular a uma jornada de 220 horas; e outros sindicatos não estão conseguindo essa garantia;

– No ano que libera o piso também firmamos o Reajuste salarial de 4,06%;

-Retroativo Correção do salário a partir de 1º de setembro/23, incidindo sobre os salários de agosto;

– Aumento do auxílio-creche de R$ 195,00 para R$ 350,00;

– Direito de acompanhar o filho de até 6 anos em consulta médica;

– Abono de falta ao empregado estudante para prestação de exames para ingresso na pós-graduação, mestrado e doutorado, em que seu horário de aplicação coincida com seu horário de trabalho, condicionado à comunicação prévia à entidade, no prazo máximo de 72 (setenta e duas) horas anteriores ao exame, bem como a comprovação da participação, no prazo de 72 (setenta e duas) horas após a realização do exame;

Além desses, há inúmeras conquistas históricas, que já fazem parte das convenções coletivas ao longo dos anos, mas que não existiriam se enfermeiras e enfermeiros não contribuíssem para a sustentação do Sindicato, a fim de que ele possa defender seus interesses e combater as injustiças do dia a dia.

Alguém precisa reenvindicar para que as coisas e situações mudem para melhor! Conquistas foram concretizadas primeiramente pelo SEESP e que só existem agora, porque que insistimos, gritamos, e corremos para firmá-las enquanto todas as enfermeiras e enfermeiros estavam trabalhando Nós estávamos lutando.

Também tivemos sucesso no:

– Pagamento de hora extra em 90%;

– Cesta básica;

– Vale-alimentaçao;

– Adicional Noturno;

– Atestados médicos odontológicos;

– Ausências Justificadas; 

– Estabilidade na ausência médica e da gestante,

– Licença maternidade e paternidade por adoção.

Esses são apenas mais exemplos de direitos dentre muitos ,que estão sendo aplicados porque existe sindicato e dirigentes sindicais da própria categoria correndo para não deixar os patrões tripudiarem em trabalhadores.

Por tudo isso, é justo que os profissionais contribuam com o Sindicato para mantê-lo atuante, combativo, transformador e acima de tudo protetor.

Há um caminho como outra alternativa, que inclusive já tem discussão na Justiça seria de que a Convenção Coletiva deva valer apenas para quem é sócio contribuinte com o Sindicato.Mas também os direitos da CCT valeriam apenas para estes.

 A direção do SEESP avalia que é melhor a Convenção Coletiva ser para todos, mesmo os que não são sócios, mas cabe a todos os beneficiados contribuírem com a manutenção do trabalho realizado pelo Sindicato, assim para própria sobrevivência digna do profissional perante ao mercado de trabalho.

Por isso pedimos a todos que reflitam e fortaleçam seu sindicato a construir um SEESP cada vez mais forte, expansivo, para que possamos juntos avançar nas conquistas e estabelecer mais metas e sucesso em todas as empreitadas e desafios que ainda estão por vir!

O sindicato ainda é de todos e para todas as Enfermeiras e Enfermeiros.

Sindicalize-se que vc pode mais!!!

Deixe uma Respota

O seu endereço de e-mail não será publicado.